Sistema Eletrônico de Administração de Conferências ANCIB, XXII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO

Tamanho da fonte: 
BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS NA PANDEMIA DO NOVO CORONAVÍRUS: DA MEDIAÇÃO DAS TECNOLOGIAS À DESIGUALDADE DE ACESSO
Patrícia dos Santos Costa, Regina Maria Marteleto

Última alteração: 2022-12-08

Resumo


O presente trabalho é um recorte de uma pesquisa de doutorado, em andamento, cujo objetivo geral é compreender o papel das bibliotecas universitárias frente aos desafios enfrentados pelas universidades públicas no Brasil, no contexto da crise sanitária provocada pela pandemia do novo coronavírus, a partir de 2020. Trata-se de reflexões ancoradas numa pesquisa baseada em referências documentárias recuperadas em portais de universidades públicas, e de uma entrevista exploratória com a coordenadora do Sistema de Bibliotecas e Informação (SIBI) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Busca entender como o acesso e a permanência dos alunos no ensino superior foi impactado com o isolamento social, refletindo sobre a importância da infraestrutura ofertada pelas bibliotecas, principalmente para o alunado oriundo das classes mais pobres, bem como a mediação tecnológica e seus desafios, que foi importante durante a pandemia. Essas reflexões preliminares sinalizam novos caminhos e desafios para as universidades e suas bibliotecas, frente às questões de acesso, permanência e desempenho do alunado, sobretudo os das classes sociais menos favorecidas.

Palavras-chave


Pandemia de Covid-19; Universidade Pública; Biblioteca Universitária; Mediação tecnológica; Acesso à informação.

Texto completo: PDF