Sistema Eletrônico de Administração de Conferências ANCIB, XXII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO

Tamanho da fonte: 
Desinformação digital em rede (DDR) e luta de classes
Marco André Feldman Schneider, Carlos Shigueki Oki

Última alteração: 2022-12-08

Resumo


Este artigo explora a hipótese de que a desinformação digital em rede é frequentemente empregada como um recurso para proteger ou promover os interesses de certas frações das classes dominantes, em meio à configuração atual das lutas de classes. Discorre sobre os conceitos de desinformação e luta de classes. Classes sociais são historicamente determinadas pela posição dos sujeitos em meio às relações de produção, tensionadas pelo desenvolvimento das forças produtivas, fracionadas internamente e com interesses distintos, nem sempre conscientes. A partir de uma revisão teórica e fundamentada principalmente na Economia Política da Informação, aborda a desinformação como recurso usado para camuflar a luta de classes, favorecer narrativas ideologicamente reducionistas, parcial ou integralmente falaciosas e mesmo delirantes, por vezes veiculando discursos fascistas. Discute o controle dos meios de comunicação e das plataformas pelo capital em articulação com o crescente uso da desinformação na defesa do neoliberalismo e do conservadorismo. Considera que os estudos sobre as lutas de classe continuam pertinentes e que suas análises podem favorecer a compreensão e a reação aos processos infocomunicacionais que colaboram para a perpetuação da opressão e da alienação, sendo também fundamentais para compreender as relações sociais do século XXI mediado pela Internet.


Palavras-chave


Desinformação digital em rede; Luta de classes; Meios de comunicação; Fascismo.

Texto completo: PDF