Sistema Eletrônico de Administração de Conferências ANCIB, XXII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO

Tamanho da fonte: 
PATRIMÔNIO EM CONTEXTO: O GEOSPATIAL CONCEPTUAL REFERENCE MODEL (CRMgeo)
Laís Barbudo Carrasco, Silvana Aparecida Borsetti Gregorio Vidotti

Última alteração: 2022-12-08

Resumo


Tendo em vista a necessidade de identificar e representar de forma mais precisa os contextos sociais, históricos e culturais de patrimônios culturais em ambientes digitais, os modelos conceituais entram em cena com o intuito de melhor representar os patrimônios culturais e seus contextos. Diante do exposto, questiona-se: como identificar e descrever os contextos espaço-temporais dos patrimônios culturais em ambientes digitais diante sua complexidade? Considerando-se que o Geospatial Conceptual Reference Model (CRMgeo), extensão do Comité International pour la Documentation Conceptual Reference Model (CIDOC CRM), é definido como modelo conceitual para representar as relações de acontecimentos, conceitos, coisas, objetos, pessoas e processos com o espaço (localização) e tempo (períodos e datas), este trabalho objetiva apresentar o modelo conceitual CRMgeo, suas entidades e propriedades na representação espaço-temporal de patrimônios culturais em ambientes digitais. A metodologia adotada é o levantamento bibliográfico e revisão de literatura da área da Ciência da Informação e análise da documentação técnica fornecida pelo CRMgeo, por esta se caracterizar como uma pesquisa descritiva e exploratória. Em conclusão, a adoção de refinamentos espaço-temporais na representação da complexidade dos contextos dos patrimônios culturais em ambientes digitais oferece grande contribuição no cenário da Ciência da Informação haja vista que permite a descoberta e ampliação de recursos mediante uma arquitetura complexa de conceitos e relacionamentos. Como recomendação destaca-se a necessidade de desenvolver um estudo de harmonização do refinamento espaço-temporal oferecido pelo CRMgeo com outros modelos existentes, tais como Records in Contexts (RiC), Functional Requirements for Bibliographic Records (FRBR) e o Europeana Data Model (EDM).


Palavras-chave


Patrimônio cultural; Modelo conceitual; CIDOC CRM; CRMgeo

Texto completo: PDF