Sistema Eletrônico de Administração de Conferências ANCIB, XXII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO

Tamanho da fonte: 
GRUPOS DE FAMILIARES DE AUTISTAS NA REIVINDICAÇÃO DE DIREITOS: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DA LITERATURA
Natasha Coutinho Revoredo Ribeiro, Regina Maria Marteleto

Última alteração: 2022-12-08

Resumo


Devido aos déficits característicos do Transtorno do Espectro Autista, a mediação exercida pelos seus familiares nos diferentes contextos de práticas sociais é de fundamental importância para garantir uma melhor qualidade de vida para os autistas. O estudo tem por objetivo empreender uma Revisão Sistemática da Literatura para investigar o papel exercido por grupos de pais, mães e familiares de autistas na reivindicação de direitos, acesso a tratamentos e inclusão social das pessoas autistas. Empregou-se como metodologia a Revisão Sistemática da Literatura, com abordagem qualitativa. Foram selecionados 8 estudos para análise e síntese. Como resultados, obteve-se que os estudos tratam majoritariamente de duas temáticas: as controvérsias envolvendo o autismo e o exame de grupos de familiares em específico. Por meio da síntese, foi possível construir categorias que representassem as principais demandas vocalizadas, formas de ativismo, conquistas alcançadas e as principais disputas acerca do autismo. Foi possível perceber que os grupos de pais, mães e familiares desempenham um importante papel na reivindicação de direitos, atuando como importantes mediadores deste processo. Destaca-se que esta pesquisa é um preâmbulo para a dissertação da pesquisadora, de forma que ela é passível de ampliação e aprofundamento.


Palavras-chave


Mediação; Redes sociais; Revisão Sistemática da Literatura; Transtorno do Espectro Autista.

Texto completo: PDF